curiosidades sobre orquideas

Mel Maria

Curiosidades sobre orquídeas que poucos conhecem

As orquídeas são muito mais do que simplesmente plantas fascinantes com belas flores, que encantam pela beleza e diversidade de formas, cores e aromas.

Anúncios

Você sabia que elas também têm muitas curiosidades que vão além da sua aparência? Neste artigo, vamos explorar algumas dessas peculiaridades surpreendentes, que talvez você não conheça, mas que vão te surpreender e te fazer admirar ainda mais essas flores.

1. Orquídeas têm usos tradicionais e medicinais

Se engana quem pensa que orquídeas são apenas de usos ornamentais. Afinal, as orquídeas também podem ser usadas para fins medicinais em diversas culturas. Por exemplo, na China, algumas espécies são usadas para fazer chás, sopas e remédios para tratar problemas respiratórios, digestivos e até mesmo câncer.

No caso da Índia, as orquídeas são consideradas sagradas e usadas em rituais religiosos e medicinais. Já na Grécia antiga, elas eram associadas à fertilidade e ao amor, e usadas como afrodisíacos.

Anúncios

2. Truques para polinização

As orquídeas também possuem em suas mangas, alguns truques incríveis para atrair os polinizadores, que são os animais que levam o pólen de uma flor para outra, possibilitando a reprodução das plantas. Algumas orquídeas imitam a forma, a cor e o cheiro de insetos fêmeas, enganando os machos que tentam acasalar com elas e acabam se cobrindo de pólen.

Outras orquídeas atraem os polinizadores oferecendo recompensas, como néctar, óleo ou perfume. E há ainda aquelas que usam armadilhas, prendendo os visitantes até que eles sejam polinizados.

Anúncios

A baunilha vem das orquídeas

Você sabia que a baunilha, um dos aromas mais populares do mundo, vem das orquídeas? Isso mesmo, a baunilha é o fruto de uma espécie de orquídea nativa do México, chamada Vanilla planifolia.

Essa orquídea produz vagens alongadas, que são colhidas verdes e depois secas e fermentadas para liberar o aroma característico. A baunilha é usada na culinária, na perfumaria e na indústria farmacêutica.

Anúncios

Já existiu a caça à orquídea

As orquídeas sempre despertaram a curiosidade e a cobiça dos seres humanos, que as buscavam por sua beleza e raridade. No século XIX, houve um período chamado de “febre das orquídeas”, em que exploradores europeus viajavam pelo mundo em busca de novas espécies, muitas vezes arriscando suas vidas e causando danos ao meio ambiente. Essa caça às orquídeas gerou um mercado lucrativo, mas também contribuiu para a extinção de algumas espécies.

Centenas de novas espécies são descobertas todos os anos

Apesar de serem estudadas há séculos, as orquídeas ainda guardam muitos mistérios e surpresas. Todos os anos, centenas de novas espécies são descobertas em diferentes partes do mundo, principalmente em regiões tropicais e remotas. Estima-se que existam cerca de 25 mil espécies de orquídeas na natureza, mas esse número pode ser muito maior.

Anúncios

As orquídeas estão no mundo todo, menos na Antártida

As orquídeas são plantas muito adaptáveis, que conseguem viver em quase todos os tipos de ambiente. Elas podem ser encontradas desde as florestas úmidas até os desertos secos, desde o nível do mar até as montanhas altas. As orquídeas estão presentes em todos os continentes do planeta, exceto na Antártida, onde o clima é muito frio e hostil para elas.

Publicidade relacionada